Notícias » Caiçaras de Castelhanos vão criar roteiros de turismo comunitário com novo projeto de capacitação

Postado em: 21 de agosto de 2017

Caiçaras de Castelhanos vão criar roteiros de turismo comunitário com novo projeto de capacitação

Projeto “Turismo de Base Comunitária em Castelhanos: Fortalecimento e Desenvolvimento Sustentável” acontece entre agosto e outubro.

No último dia 11 de agosto mais de 20 pessoas se reuniram na praia de Castelhanos para a primeira etapa do projeto “Turismo de Base Comunitária em Castelhanos: Fortalecimento e Desenvolvimento Sustentável”, que busca fortalecer e fomentar o protagonismo do turismo local na Baía de Castelhanos, em Ilhabela, e criar uma nova oportunidade de roteiro sustentável para a região.

O projeto, idealizado pela consultora da Maembipe Ecoturismo, Daniella Marcondes e pelo gestor e guia do Pouso Sambaquis Ilhabela, Alex Damico, conta com o patrocínio do Ilhabela Convention & Visitors Bureau e da Associação Castelhanos Vive e vai possibilitar que a comunidade tradicional caiçara desenvolva e gerencie seus próprios roteiros turísticos.

Em um dia inteiro de atividades, que incluíram palestras e trabalhos em grupo com a participação de Daniele Elias, coordenadora do Turismo de Base Comunitária do Quilombo do Campinho (Paraty/RJ), Thalita Tomazetti, consultora de turismo do Turismo Comunitário Blog, Daniella Marcondes e Alex Damico, os participantes do primeiro módulo conversaram sobre as várias possibilidades e frentes que o turismo traz e sobre experiências de turismo de base comunitária bem sucedidas, como a do Quilombo do Campinho. Falaram também sobre suas expectativas com o programa, que passam por conseguir promover um turismo mais organizado e que seja benéfico para todos.

Ao serem perguntados sobre como se sentem em relação ao turismo que acontece hoje em Castelhanos, a expressão foi de indignação. “Nós não existimos para o turismo”, foi uma das frases que escutei e acredito que represente bem o sentimento deles, disse Thalita Tomazetti.

A iniciativa e interesse no projeto de capacitação, que partiu da comunidade, mostra como estão decididos a tornarem-se protagonistas dentro do turismo na região. Parte dos custos do curso estão sendo pagas com a renda da gestão comunitária do estacionamento local, que entrou em funcionamento no início deste ano, a partir da continuidade da implantação do Projeto Estrada-Parque.

Na parte da tarde, os participantes se reuniram em grupos para responder à pergunta “Que turismo queremos em Castelhanos?” e, a partir daí, foram delineados os objetivos e ações principais a serem trabalhados nos roteiros. Todas as ações já têm candidatos inscritos para trabalhar. As datas dos próximos módulos foram definidas para 18, 24 e 31 de agosto e vão envolver a capacitação teórica e prática em monitoria de trilhas, o desenvolvimento dos roteiros e a precificação.

O projeto “Turismo de Base Comunitária em Castelhanos: Fortalecimento e Desenvolvimento Sustentável” conta com o patrocínio do Ilhabela Convention & Visitors Bureau e da Associação Castelhanos Vive; realização da Maembipe Ecoturismo Consultoria e Pouso Sambaquis Pousada e Turismo de Aventura; e apoio da SOS Mata Atlântica, ONG Garupa, blog Viajar Verde; OCA Consultoria Ambiental, Associação Amor Castelhanos, Thalita Tomazetti (facilitadora pelo Turismo Comunitário Blog) e Paula Arantes (consultora da Garupa).

 

« Voltar